Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lazy Lover Undercover

Lazy Lover Undercover

13 de Novembro: o novo 11 de Setembro

O 11 de Setembro passou-me um bocado ao lado. Tinha 7 anos, acabados de fazer. Não fazia ideia o que eram os Estados Unidos e muito menos as torres gémeas. Lembro-me que estava com os meus vizinhos, no café da rua, e fui a casa lanchar. A minha mãe estava colada à televisão. Eu olhei e vi, mas não percebi. Entretanto, passaram-se 14 anos.


Estava a fazer pesquisa, para um trabalho da universidade, sobre a imigração em Portugal, devido em parte à questão dos refugiados. A minha mãe sentou-se no sofá, ao lado do meu, e ligou a televisão, num canal noticioso, como faz sempre. "Última hora: Tiroteios e explosões em Paris, 18 mortos". 'Como é que é?!' Foi por querer perceber, que fiquei, até à última, atenta a todas as actualizações, que se iam fazendo. Tiroteios em bares e restaurantes; explosões junto ao estádio (onde decorria o França x Alemanha), provocadas por bombistas suicidas; 100 reféns numa sala de espetáculos, onde estava a ocorrer um concerto dos Eagles of Death Metal. E o que eram 3 explosões, de repente, já eram 5 e, num instante, passaram a ser mais. E o número que, no inicio era de reféns, passou a ser de mortos. E no total, até ver, os 18 já são 120.

Tenho um medo de morte do Estado Islâmico. É uma ameaça que está longe de ser controlada. Não se está seguro em lado nenhum. Os refugiados fogem para aqui, para sobreviverem, e nem nós estamos a salvo. Ninguém tem por onde fugir... Não faço ideia o que vai ser daqui para a frente. Tenho uma teoria para isto tudo e acredito que seja um ciclo vicioso. A começar pelo 11 de Setembro, e por todas as teorias a ele associadas, a continuar com este 13 de Novembro e a acabar... a não acabar. Até porque, alguns sites noticiosos adiantaram que, não só o Estado Islâmico reivindicou os ataques, como ameaçou que os próximos alvos são Washington, Roma e Londres.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.