Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lazy Lover Undercover

Lazy Lover Undercover

Aquilo que nunca te direi

Quem me conhece sabe que eu nunca dou logo o braço a torcer, que evito aproximações e confianças, que construo barreiras à minha volta para me proteger, para evitar que me magoem e para evitar que sofra. Mas eu contigo nunca consegui fazer isso, sentia-me de tal maneira bem contigo, que não sei, entreguei-me a tudo, a tudo o que era novo para mim, sem protecção, sem barreiras. Nunca tinha arriscado nada com ninguém e contigo arrisquei completamente, atirei-me de cabeça. E durante muito tempo arrependi-me, arrependi-me de tudo, de teres sido o meu primeiro beijo, o meu primeiro namorado e a minha primeira vez. Arrependi-me do que te disse, tanto do bom como do mau, do que fiz contigo, do que passei contigo e por ti. Mas agora, depois de esclarecidas as coisas, não me arrependo de nada, porque o que tivemos não foi um erro, foi bom enquanto durou, fomos felizes, mas acabou e não há volta a dar a isso. E agora já não sinto raiva, sinto só tristeza, porque és o meu primeiro amor e, tal como tu disseste, o primeiro amor é o que custa mais [a ultrapassar]. E é como tu dizes, agora vou perceber que isto não é o fim do mundo e vou crescer muito com isto.